Análise de Sangue Para Detectar Cancro Mais Próxima

A análise de sangue é uma das formas menos invasivas de diagnóstico, mas no que diz respeito ao cancro as análises não são, até agora, fontes de informação fidedigna. Apesar de os tumores libertarem fragmentos na corrente sanguínea estes são raros e difíceis de encontrar. O diagnóstico mais confiável é a biopsia, um procedimento que implica recolher um pedaço de tecido para análise. No entanto, num estudo apresentado na reunião da Sociedade Americana de Oncologia Clínica, os investigadores da Guardant deram conta de resultados encorajadores na pesquisa por um diagnóstico mais simples e líquido.

Num estudo que envolveu 15 mil pessoas, os pacientes foram sujeitos a um teste novo que pesquisa no sangue mais de 70 genes diferentes de tumores. A tecnologia permite recolher pequenos fragmentos de ADN libertados no sangue pelos tumores, e sequencia o ADN para mapear quais as mutações presentes no tumor em causa. Este mapeamento permite aos médicos decidir quais os tratamentos mais eficazes para o caso específico de cada pessoa, já que os mais recentes medicamentos de combate ao cancro combatem processos de mutação específicos e comuns no cancro.

Para validar os resultados, a equipa de investigadores, comparou os resultados das análises de sangue com as biopsias tradicionais e descobriu 98% de concordância no resultado. Estes são os testes mais animadores de uma detecção através de análise de sangue e que, apesar de poder estar mais próxima, não substituirá as biopsias por completo.

Agendar Consulta!